Siga O Caralho a 4 no Twitter e tenha todas as atualizações do blog na sua página pessoal.

@ocaralhoa4

sábado, 19 de fevereiro de 2011

O Hardalho a 4! #2

Seguindo a sessão com um "Especial anos 80".

AC/DC - Back In Black (1980)

Quando Bon Scott morreu (aliás, hoje fazem 31 anos que isso aconteceu), todos pensavam que o AC/DC estaria acabado, já que bom era um dos melhores frontmen do mundo, quissa da história. Mas foi então que uma das mais lendárias ressurreições de uma banda aconteceu. Brian Johnson foi recrutado para as funções de vocalista, ajudou a refazer o álbum e, no mesmo ano "Back In Black" foi lançado. Mas a maior surpresa estava por vir, pois o álbum foi um absoluto sucesso de vendas. Com aproximadamente 43 milhões de cópias vendidas, "Back In Black" é o CD de Rock mais vendido da história e o segundo mas vendido no geral, perdendo apenas para "Thriller", de Michael Jackson. Como em todos os CD's do AC/DC, "Back In Black" é um álbum sujo que possuí uma forte influencia de blues. Brian substituí Bon com extrema maestria, dando uma nova personalidade a banda, uma personalidade que nenhum outro vocalista poderia dar. Em suma, Hard Rock puro e que desce fácil, tanto que a banda aposta na mesma fórmula para fazer discos até hoje. #AC/DC Facts -q

Alice Cooper - Trash (1989)

Alice Cooper é unanimidade. O cara é uma lenda viva, com tanto respeito quanto caras como Lemmy e Ozzy - e canta tão bem quanto eles :/-. Alice está na ativa desde final dos anos 60 e sempre lançou álbuns respeitáveis, como os clássicos "Killer" (1971), "School's Out" (1972), "Billion Dollar Babies" (1973) e "Welcome To My Nightmare" (1975) -que inclusive, entrariam fácilmente nessa sessão-, mas, no ano de 1989, quando o Glam Metal estava em alta, a Titia liberou seu álbum que ao meu ver é o melhor. "Trash" tem toda aquela cara de Alice Cooper, as músicas soam teatrais e sujas, mas aliadas a aquela atmosfera Glam, formam um disco praticamente perfeito. Músicas como "House Of Fire" e "Poison" se tornariam hinos e clássicos estantâneos, tanto que a última, é a músicas mais popular do cantor e ajuda a firmar minha opinião de que "Trash" é um dos melhores discos de Rock da década de 80.

Cinderella - Long Cold Winter (1988)

Dois anos após o lançamento de "Night Songs" que foi sucesso de vendas e lançou o Cinderella como uma das grandes promessas do Rock americano, a banda lançou o álbum que definitivamente iria coloca-los nos anais do Hard Rock. "Long Cold Winter" tem a mesma formula do seu antecessor, Hard Rock gostoso de se ouvir, com grande influencias de Country e Blues, mas com dois agravantes: O amadurecimento musical da banda e o modo de se portar. Se em "Night Songs" a banda já era muito acima da média, agora eles estavam muito melhores, mais entrosados e o nível das composições subiu ainda mais. Eles também deram uma reduzida no visual purpurinado, dando mais importância a música de fato. Hinos como "Gypsy Road", "Don't Know What You Got ('Till It's Gone)", "The Last Mile", "Coming Home" e "Take Me Back" fazem desse um dos maiores clássicos do Hard Rock 80's e, aliás, eu o considero o melhor disco Hard daquela década.

Nitro - O.F.R. (1989)

Nitro é simplesmente banda em que o vocalista guardava um poodle em cima da cabeça, que o guitarrista tinha uma guitarra extra-terrestre e que tinha o visual e as músicas mais extremas do Glam Metal. O visual da banda chamava muita atenção, Jim cantava como poucos, com falsetes e notas muito, mas muito altas e Batio é simplesmente o guitarrista mais rápido do mundo. A combinação disso tudo fez o Nitro se destacar. A banda levou o Glam Metal ao extremo, fazendo um som metálico, muito veloz e seco. "O.F.R." trazia um som violento e extremo, com porradas e mais porradas, falsetes incríveis e solos na velocidade da luz. O álbum tem duas curiosidades: Na música "Machine Gunn Eddie", Jim da o maior grito da história do rock, com 32 segundos - segundo membros, sem efeitos hm*- e dizem que este é o primeiro álbum de uma banda não Extrema (no sentido real da palavra) que apresenta 'blast beats'. Então, se você curte músicas mais rápidas, esse é seu álbum \o/

Warrant - Dirty Rotten Filthy Stinking Rich (1989)

Warrant é uma das melhores bandas de Hard Rock da segunda metade dos anos 80 em diante. Formada em Hollywood no anos de 1984, lançou seu primeiro - e melhor - álbum em 1989. "Dirty Rotten Filthy Stinking Rich" nos trás um Hard Rock simples, com riffs sem muita técnica e solos um tanto quanto comuns, mas que fazem o som ser alegre, gostoso e fácil de ser ouvir. O álbum trás os inúmeros clichês do gênero, mas com mais enfâse nos refrões em coro, feitos única e exclusivamente para serem ouvidos e grudarem na sua cabeça a ponto de sair cantarolando logo depois da primeira audição. Alguns dos maiores clássicos do grupo, como "Heaven", "Down Boys", "Big Talk" e "Sometimes She Cries" foram paridos por esse lançamento, logo, "Dirty Rotten Filthy Stinking Rich" é um dos álbuns indispensáveis pra quem curte um bom Hard Rock.

3 comentários:

luana bueno da silveira marsola disse...

*-*(sem comentarios!)

Renato disse...

Isso foi quase um "especial 1989" .-. lol

May disse...

muito foda :D

Postar um comentário